telefone 0800 006 2025 | (41) 3021-7600

CONHEÇA NOSSA HISTÓRIA

1958

Tomaram posse em 30 de janeiro de 1958 para o biênio 58/60, os eleitos no pleito de 20 de dezembro de 1957, que contou com 40 participantes, na primeira eleição como Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Minerais de Curitiba. Alcindo Fanaya foi conduzido para presidência e Humberto Cicarino a vice.

1960

Posse da nova diretoria escolhida em dezembro de 1959, sendo eleito Romeu Krukoski como presidentedo biênio 60/62. Desfiliação da Federação do Comércio Varejista e filiação ao grupo de sindicatos que estava compondo a organização da Federação Nacional do Comércio Varejista de Combustíveis Minerais e de Garagens efetivamente ligada ao setor.

1966

Na Assembleia Geral Extraordinária de 15 de março de 1963, Humberto Cicarino foi eleito Presidente do Sindicato. Acatou o tabelamento de preços de óleos lubrificantes pelo CNP imposto em todo o país e conviveu com a dificuldade da entrada dos militares no poder dos primórdios da Revolução de março de 1964. Interregno na vida sindical provocado por doença prolongada e o falecimento de Humberto Cicarino, em 19 de março de 1966.

1966

Eurides de Jesus Ferreira, proprietário do Auto Posto Pinheiro e foi eleito Presidente do Sindicato, devido a doença de Cicarino, tendo Roberto Montanhini como vice e Milton Carlos Heller como 1° secretário.

1968

Em 3 de dezembro na sede social na Rua Marechal Deodoro, com 57 associados presentes de um total de 57 aptos a votar, foi eleita, por unanimidade, a chapa encabeçada por Roberto Montanhini cuja gestão se prolongou até 1984, tendo agora como vice Eurides de Jesus Ferreira. A posse aconteceu em 23 de dezembro de 1968. Em um Paraná com poucas estradas, os principais problemas da época diziam respeito à falta de combustíveis em muitas cidades importantes devido às dificuldades de distribuição.

A entidade atingiu, em outubro de 1982, quase ao final da gestão, um recorde de 800 associados pagantes e estava em plena campanha para chegar aos 1 mil associados, um dos mais altos índices de associados pagantes do país, na ocasião. Em vias de se tornar um dos cinco maiores sindicatos do setor no país.

1984

É eleito eduardo Guérios Seleme com a ida de Roberto Montanhini para a Presidência da Federação nacional do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, com sede no Rio de Janeiro. Nesse momento, o sindicato congrega 675 postos de revenda em todo o Paraná.

1994

Roberto Fregonese é eleito Presidente do Sindicombusíveis-PR, após cumprir um mandato tampão de 9 meses em 93, e começa a enfrentar o maior desafio encontrado pelo sindicato em sua trajetória, prestes a completar 40 anos: o início do processo de liberação nos preços dos combustíveis que durou quase dez anos.

2014

Eleito Rui Cichella, para presidente, com o desafio de aproximar ainda mais o associado do sindicato e ampliar a oferta de serviços para os revendedores e trazer novamente para discussão a bandeira de liberdade de implantação do self service para quem desejar a operação nestes moldes.